Conhecido como CSC, o Centro de Serviços Compartilhados é um modelo de serviços utilizado por empresas que precisam padronizar processos administrativos e operacionais.  

Conceito que surgiu em 1970 nos Estados Unidos, a prática veio para o Brasil na década de 1990 e é amplamente utilizada por empresas que têm sedes, negócios e áreas diversificadas.  

Quer entender o que é, como funciona, quais os benefícios e de que forma aplicar a ideia na frota? Confira! 

Centro de Serviços Compartilhados: o que é 

Centro de Serviços Compartilhados é uma estrutura que centraliza trabalhos administrativos com o objetivo de simplificar e padronizar processos. Tudo isso ajuda a empresa a melhorar sua operação e, consequentemente, seus resultados.  

Na prática, os CSCs são compostos por profissionais especialistas em otimizar a produtividade, reduzir custos e focar no alto desempenho. Paralelamente, os CSCs utilizam ferramentas de gestão integrada que podem reunir organizadamente as informações sobre diferentes áreas, filiais e negócios da empresa. 

Quem utiliza Centros de Serviços Compartilhados 

Geralmente, empresas que possuem diferentes setores, que têm filiais em localidades distintas ou que atuam em diferentes ramos de negócio contam com os Centros de Serviços Compartilhados para centralizar processos operacionais e administrativos. 

Como funciona um CSC? 

Os Centros de Serviços Compartilhados, essencialmente, centralizam as atividades operacionais e administrativas de uma organização. Isso faz com que processos tenham o mesmo padrão independentemente da localização geográfica ou ramo de negócio.  

Por exemplo: A sede da sua empresa está em São Paulo e existem filiais no Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Acre. Em todas elas, as transições financeiras de pagamentos de funcionários terão o mesmo padrão de tratamento quando operadas por um CSC – não importa a região, os procedimentos são iguais.  

Quais os benefícios de um Centro de Serviços Compartilhados 

Graças à padronização dos processos e centralização da tratativa de assuntos operacionais, o Centro de Serviços Compartilhados pode trazer benefícios interessantes para a empresa. Veja quais:  

  • Redução de custo: como muitos procedimentos são automatizados e há uma única equipe de especialistas tomando conta das tarefas administrativas, a empresa pode economizar com mão de obra, além de evitar retrabalho e minimizar falhas.  
  • Aumento da produtividade: nos CSCs, o foco em alto desempenho permite que atividades operacionais sejam realizadas com mais eficiência – tanto pelos especialistas quanto pelas ferramentas utilizadas.  Além disso, a agilidade proporcionada pela centralização permite que as equipes e gestores foquem-se nos resultados. Tudo isso incrementa a produtividade da empresa.  

  • Mais assertividade na aplicação de estratégias: mais uma vantagem de um Centro de Serviços Compartilhados é a facilidade de análises das estratégias que estão dando certo e a correção daquelas que não dão.  
  • Maior transparência: como os processos são alinhados para todas as sedes, negócios e áreas da organização, procedimentos financeiros e outras tratativas são muito mais simples de auditar. 

Centro de Serviços Compartilhados: vale a pena? 

A resposta a essa pergunta vai depender da situação e objetivos da empresa. Os CSCs podem melhorar os resultados de empresas que possuem diversas operações, sedes e setores com processos despadronizados.  

No entanto, é preciso escolher o momento certo para a implementação de um CSC e contar com consultorias especializadas em desenvolver a estrutura e os sistemas de gestão utilizados.  

Como uma empresa com frotas pode reduzir custos a partir de um CSC?  

Se a frota da empresa é única e atende a todas as filiais, uma solução interessante é que o gestor fique alocado em um Centro de Serviços Compartilhados. Além disso, a terceirização da frota​ o ajudará a reduzir custos, gerar produtividade e tomar decisões mais estratégicas utilizando sistemas de gestão adequados.  

Com a terceirização pela Localiza Gestão de Frotas, por exemplo, a empresa não precisa se preocupar com a aquisição dos veículos nem com sua depreciação. No dia a dia, cuidados com a manutenção e carro reserva também fazem parte do escopo do centro de atendimento da Localiza.  

​Além disso, os sistemas de gestão de frotas podem ser monitorados em conjunto com o cliente, garantindo que todos os procedimentos tenham a tratativa adequada, padronizada e transparente.