Icon GF

Menu

Localiza Gestão de Frotas
Ícone Phone

FALE CONOSCO

Icon GF

Menu

Localiza Gestão de Frotas
Ícone Support

FALE CONOSCO

Você está em:
Última atualização em 4/10/2022

Manutenção Preditiva, Preventiva e Corretiva: qual a diferença

Confira como funciona e o que é manutenção preventiva, corretiva e preditiva. Saiba qual a melhor manutenção para a gestão de frotas da sua empresa.
Pessoa conferindo uma lista de manutenção

São três tipos de manutenções: corretiva, preventiva e preditiva, segundo a Norma Brasileira 5462 (NBR-5462). ​​​​​​​​​​​​​​Se você quer entender melhor sobre cada uma delas e suas aplicações, veio ao lugar certo.

Saber sobre estratégias de manutenção é fundamental para o gestor de frotas ter um controle de veículos​ bem estruturado e com carros em excelentes condições de uso, evitando custos com manutenções desnecessárias.

A manutenção preventiva, por exemplo, é feita em períodos estabelecidos previamente e é recomendada para assegurar as condições das peças do veículo, evitando problemas que podem gerar maiores custos no futuro.

Para entender tudo sobre o assunto, confira o que é cada uma das manutenções, quais as principais distinções e qual utilizar na gestão de frotas.​​​​

O que é manutenção preventiva​?​

A manutençã​o prevent​iva é a análise e substituição das peças do carro dentro de períodos estipulados previamente. 

Portanto, a manutenção preventiva ocorre no período recomendado pelo fabricante, quando a equipe avalia as condições de cada peça e troca as qu​​e já estão comprometidas e aquelas que, em breve, perderão a funcionalidade.

Objetivo da manutenção preventiva

​De acordo com a NBR 5462/94, o objetivo da manutenção preventiva é reduzir a probabilidade de falha ou degradação de algum item.

Em linhas gerais, podemos dizer também que essa manutenção de frota previne que componentes desgastados provoquem falhas no motor, ocasionando problemas na frota.

Veja alguns exemplos de manutenção pr​eventiva

​Geralmente, o manual do automóvel aponta os intervalos de tempo e quantidade de quilômetros percorridos que exigem a parada para revisão.

Algumas das manutenções programadas são:

  • inspeção de rolamentos;
  • verificação do nível de óleo;
  • substituição de peças que estão desgastadas, como pastilhas e bateria, por exemplo;
  • limpeza de filtros;
  • lubrificação do motor;
  • ajustes e reaperto de parafusos.

O que é manutenção preditiva​?

Manutenção preditiva é a análise sistemática dos componentes para detectar anomalias no comportamento das peças e prevenir falhas. 

Em outras palavras, a manutenção preditiva é a avaliação detalhada de como cada parte do automóvel está operando. ​

Objetivo da manutenção preditiva

​O principal objetivo da manutenção preditiva é prever futuros problemas e corrigi-los antes de se instalarem.

Ela possibilita a previsão da vida útil de cada componente do veículo, além de dar insumos para que eles sejam mais bem aproveitados durante esse tempo.

Veja alguns exemplos de manutenção preditiva

​Na manutenção preditiva são utilizadas técnicas de avaliação bastante precisas e tecnológicas. Entre alguns exemplos estão:

  • termografia e ultrassom do sistema;
  • estudo das vibrações;
  • análises estruturais.

O que é manutenção corretiva? ​

manutenção cor​retiva, como o próprio nome sugere, trata-se da correção de falhas no automóvel. 

Isso significa que as peças deixaram de funcionar corretamente e estão impactando o funcionamento do veículo ou inviabilizando sua utilização.   

Uma das principais características da manutenção corretiva é a imprevisibilidade. Ela se torna necessária quando há falta de manutenção preventiva ou em situações emergenciais.​

Objetivo da manutenção corretiva

De acordo com a NBR 5462/94, o objetivo da manutenção corretiva é recuperar um componente que apresentou defeito, de modo que ele volte a funcionar normalmente. Isso pode ser feito por meio da reparação do sistema ou da substituição de peças.

Esse é um tipo de manutenção que costuma ser mais caro e demanda mais tempo. Além disso, é preciso deixar o veículo parado até que o componente seja restaurado.

Veja​ alguns exemplos de manutenção corretiva

Como visto, a manutenção corretiva ocorre q​uando o automóvel já apresentou um problema. Assim, alguns exemplos de falhas que podem ocorrer são:

  • problemas na bateria;
  • marchas arranhando;
  • mau funcionamento dos freios;
  • aquecimento do motor;
  • pneus com más condições de uso;
  • avarias nos amortecedores e molas;
  • problema de balanceamento;
  • consumo excessivo de combustível.

Como evitar a manutenção corretiva? ​

​Como mencionado, a manutenção corretiva custa mais caro, por isso, é bom evitá-la.

A melhor forma para fazer isso é justamente não descuidar da manutenção preventiva. Com ela, a probabilidade de futuras falhas é detectada antes que desgastes se transformem em grandes problemas.

O exemplo mais clássico de como um item pode comprometer todos os outros é o óleo. Com as manutenções programadas, é possível analisar o nível e a validade do fluido.

Qualquer irregularidade é corrigida antes de o químico perder sua funcionalidade ou até mesmo acabar. Agora, imagine que as condições do óleo não sejam verificadas e, eventualmente, faltará lubrificação, consequentemente o motor do automóvel vai fundir.

Dessa forma, a manutenção corretiva sairá muito mais cara do que as preventivas. Isso sem contar a dor de cabeça: carro parado significa despesas extras com outros meios de transporte.

E para empresas que contam com frota para a operação, automóvel na oficina para reparos emergenciais vira perda de produtividade.

Portanto, especialmente para o gestor de frotas, as manutenções preventivas são essenciais para diminuir custos e perdas de efetivo.

Veja também, como funciona o termo de responsabilidade Veículo da empresa!

Manutenção preditiva, preventiva e​ corretiva: entenda as diferenças

​A principal diferença entre a manutenção preditiva e preventiva é o detalhamento e a frequência das revisões, além do objetivo de cada uma.

Enquanto a manutenção preventiva ocorre antes do surgimento de um problema, de forma a evitá-lo, a manutenção preditiva é feita em intervalos sistemáticos.

Importante frisar um detalhe: a manutenção preditiva costuma ser mais utilizada em maquinário industrial. Já a manutenção preventiva é ideal para os automóveis.

Isso porque a manutenção preventiva recomendada pelos fabricantes é derivada de uma série de estudos e amostras. Ou seja, rigorosas experiências e testes determinam a vida útil das peças do motor e do carro como um todo. 

Sendo assim, manter as revisões em dia acaba sendo o suficiente para controlar o carro, manter sua qualidade e evitar problemas.

Por fim, enquanto os dois tipos de manutenções acima são focados em prevenir falhas, a manutenção corretiva é realizada quando ocorrem danificações e problemas no automóvel, sendo essa a principal diferença.​

Qual o melhor tipo de manutenção para a frota? 

​Apesar de a manutenção corretiva fazer parte do dia a dia de uma frota de carros, as manutenções preventivas e preditivas devem ser priorizadas, porque custam menos e evitam possíveis problemas no veículo.

Nesse ponto, o destaque vai para a manutenção preventiva, pois ela respeita a recomendação do fabricante, evita problemas no carro, mantém a vida útil do motor e do automóvel, além de ser feita com maior praticidade e menor tempo do que as demais.

Fora a economia, ela não interfere na produtividade da equipe. Como é planejada, permite que o time se organize e o trabalho pode prosseguir.  ​

Como controlar as manutenções da frota para reduzir custos e manter a eficiência​?

A melhor maneira de controlar as manutenções dos veículos é por meio de sistemas de gestão de frotas.

As ferramentas auxiliam o gestor na administração dos dados de cada automóvel e condutor, tornando a programação de manutenção preventiva ou preditiva muito mais eficiente e o monitoramento das corretivas bem mais precisas.

Para as empresas com Localiza Gestão de Frotas, por exemplo, a eficiência vai ainda mais além: elas contam com o apoio do nosso time de consultoria, que traça, de forma conjunta, um plano para reduzir a necessidade de manutenções corretivas. Isso pode ser feito, por exemplo, por meio de treinamentos para direção defensiva e redução de sinistros.

Além disso, auxiliamos na gestão, de forma que os prazos das manutenções preventivas sejam seguidos, e temos uma grande rede de oficinas parceiras, o que agiliza o processo de manutenção.

Gostou desses benefícios? Saiba mais sobre terceirização de frotas!

Perguntas Frequentes sobre Manutenção Preditiva, Corretiva e Preditiva

O que é cronograma de manutenção preventiva?

Cronograma de manutenção preventiva é um planejamento feito com o intuito de evitar problemas e manutenções mais caras. Assim, os serviços ficam definidos previamente em um cronograma com datas e revisões a serem feitas.

Como montar um cronograma de manutenção preventiva?

Para montar um cronograma de manutenção preventiva, o ideal é determinar todas as datas e horários de quando serão feitas as revisões de cada item. Para isso, o indicado é que o período escolhido seja fora do expediente de trabalho para que o veículo possa ser revisado sem interrupções.

Como fazer um plano de manutenção corretiva?

Apesar da manutenção corretiva ter como uma das principais características a imprevisibilidade de uma falha no automóvel, é possível fazer um plano de manutenção corretiva com o mapeamento dos tipos de serviços necessários para corrigir o problema e manter a manutenção preventiva atualizada

Por que devemos fazer a manutenção preventiva?

Fazer a manutenção preventiva é importante pois ajuda na redução de danos dos equipamentos, dessa maneira aumenta a proteção do veículo e evita a perda de desempenho ou desgaste prematuro das peças do automóvel.

Quanto custa em média uma manutenção preventiva?

O custo da manutenção preventiva pode chegar a até 5% do faturamento da empresa, segundo a Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos (Abraman).

Mas, é importante lembrar que o valor da manutenção preventiva vai depender das necessidades do veículo, sendo uma revisão fundamental para manter o bom funcionamento do automóvel e evitar imprevisibilidades. 

Equipe Localiza Gestão de Frotas
Icon FacebookIcon LinkedinIcon Twitter