​​Se você quer saber quais os melhores carros para empresas, veio ao lugar certo. Preparamos uma lista com os principais tipos de veículos para cada necessidade e dicas especiais para a sua frota. Confira!


4 principais tipos de carro para empresas

Para escolher o melhor carro para empresa, é importante entender os principais tipos de veículos no mercado nacional e qual a função adequada para cada modelo. Acompanhe. 


01- Utilitários tipo furgão 

Furgões são veículos ideais para o transporte de produtos que não podem ficar expostos às condições climáticas. Medicamentos, flores e alimentos são os itens mais comuns dessa lista.

Além da carroceria fechada e capacidade para mais de 600 quilos, esse tipo de automóvel permite a personalização. Aqui, entram opções de customização como sistema térmico ou até de refrigeração. 


02- Utilitários tipo pick-up

Pick-ups têm a carroceria aberta e são veículos perfeitos para transporte de carga robusta que não precisa ser protegida do frio, do calor ou da chuva. Além disso, tornam-se ótimos carros para situações em que os itens transportados variam de altura – como painéis de metal ou placas de vidro.

Nas pick-ups, ao lado da versatilidade está a força para conduzir em diferentes solos. Isso significa que são opções interessantes para empresas que mesclam trajetos rurais e urbanos em suas rotas.

03- Compactos

Carros compactos são a pedida certa para frotas que circulam em perímetros urbanos. Além de mais econômicos, são práticos para conduzir e fáceis de estacionar nos espaços reduzidos de grandes centros.

Esse tipp de veículo é ideal para empresas que fazem visitas de venda aos clientes, ou que se deslocam para atendimento técnico. Versáteis, os modelos podem ser personalizados com porta-escada e giroflex, por exemplo. 

04- Sedans e SUVs

Empresas com carros para executivos ou que precisam deslocar a equipe em viagens mais longas podem contar com o conforto e a tecnologia oferecidos por sedans e SUVs.

Além de mais espaço interno e porta-malas amplo, os modelos mais sofisticados oferecem recursos como piloto-automático, controle de estabilidade e mais de dois airbags. Outra comodidade de alguns deles são bancos de couro com aquecimento e ar-condicionado dual zone.

Qual carro escolher para minha empresa?

Melhor carro para empresa é aquele que atende as demandas do negócio com eficiência. Por isso, é necessário entender as necessidades e objetivos de cada setor para depois definir os modelos da frota.

Uma empresa que presta serviço de telefonia, por exemplo, pode ter uma frota com diversos carros diferentes – compactos para realizar atendimentos técnicos e SUVs como benefícios para diretores.

Se a necessidade é entregar medicamentos em perfeitas condições, o veículo precisará atender algumas especificações – aqui, um furgão climatizado pode ser a escolha perfeita.

Inclusive, o trabalho de montar a frota ideal nunca acaba: à medida que a empresa cresce e as tendências de mercado mudam, os veículos também precisam se atualizar.

Empresas que agregam carros de passeio para entregas: como funciona? 

Algumas empresas preferem agregar carros de passeio para realização de suas atividades, especialmente em casos de entrega de itens leves e que não demandam armazenamento específico.  Nesse cenário, o motorista costuma utilizar o veículo próprio e recebe o reembolso de km rodado

Aqui, tanto o valor do km quanto outras diretrizes – seguro da carga, seguro do veículo e até seguro de vida do condutor – são combinados a critério da contratante do serviço. Geralmente, não há sistema de telemetria envolvido nessa operação, o que tende a dificultar o monitoramento do veículo e a avaliação do perfil de condução da equipe. 


Empresas que usam frota própria: como funciona?

Empresas que escolhem a frota própria são aquelas que preferem comprar carro pelo CNPJ​​. Normalmente, escolhem essa alternativa para possuir o ativo. A desvantagem é o custo-benefício, que na maioria dos casos não costuma compensar. Isso, porque montar uma frota eficiente com carros próprios acaba saindo muito caro.

Geralmente as empresas desembolsam um alto valor para compras à vista ou comprometem a linha de crédito para compras a prazo. Sem contar todo o trâmite burocrático por trás, que também envolvem despesas – como licenciamento, emplacamento e seguro. Outra desvantagem é a desvalorização do auto e o imposto pago sobre o excedente da depreciação contábil, no caso da revenda.

Esses entraves acabam causando rombos no orçamento, perda de oportunidades e impactam até na escolha dos veículos ideais para o trabalho.

​​Empresas que terceirizam a frota: como funciona?

No caso da terceirização de frota, fica mais fácil encontrar os carros ideais para o negócio. Isso, porque a equipe da locadora ajuda a desenhar a frota mais eficiente e com o melhor custo-benefício.

Aqui, a empresa cliente fecha contrato com a locadora e utiliza os carros que escolhe durante o período de vigência, sem se preocupar com seguro, manutenção ou revenda. ​

Na Localiza Gestão de Frotas, por exemplo, a frota é montada de acordo com a necessidade do cliente. Ele não precisa se preocupar com a compra, depreciação, seguro ou outras burocracias – recebe os carros zero quilômetro, personalizados, licenciados e prontos para o trabalho. Ao fim do contrato, basta renovar e trocar os veículos por modelos mais novos e que atendam às novas necessidades da companhia.​