​​​O dia a dia de trabalho da gestão de uma frota é sempre cheio de muitos desafios, você concorda?

Entretanto, o principal deles, sem dúvida, é conseguir fazer um controle eficiente das multas, de forma que evite maiores prejuízos para a empresa, principalmente quando os condutores comentem infrações autossuspensivas.

Essa violação das leis de trânsito corresponde a uma multa muito grave e pode até causar uma suspensão imediata da carteira de motorista (CNH) do condutor.

Confira agora todo o conteúdo que preparamos!


​O que é uma multa autossuspensiva?​

No Código de Trânsito Brasileiro, existem 4 tipos de multas: leves, médias, graves e gravíssimas.

A multa autossuspensiva é uma penalidade considerada gravíssima e pode somar 7 pontos na CNH.

Porém, o que a diferencia das demais multas é que as autossuspensivas suspendem a carteira de habilitação automaticamente, sem precisar que o condutor atinja os 20 pontos máximos previstos nas leis. 

Todo o processo leva cerca de 3 meses. O condutor recebe a multa em casa e tem o direito de tentar recorrer. Se não conseguir apresentar nenhuma defesa, o Departamento de Trânsito é acionado, dando início ao processo de suspensão da carteira.

Para que essa questão fique mais clara, preparamos uma lista para você conhecer as principais infrações autossuspensivas:

  1. Dirigir sob a influência de álcool ou qualquer outra substância ilícita;
  2. Recusar o teste do bafômetro;
  3. Dirigir excedendo a velocidade acima de 50% do que é permitido;
  4. Disputar ou promover corrida não autorizada, o famoso "racha";
  5. Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública ou os demais veículos;
  6. Deixar de prestar socorro às vítimas em caso de acidente;
  7. Transpor, sem autorização, bloqueio viário policial.

Vale destacar que a previsão de suspensão imediata é exatamente pelo fato dessas condutas não serem favoráveis a um comportamento seguro no trânsito.​


Saiba como fazer a gestão de multas em frotas corporativas

1170x430_2 (2).png

O condutor da sua frota cometeu uma infração autossuspensiva, o que você pode fazer?

Agora que você já entendeu melhor o que são as multas autossuspensivas, chegou a hora de saber como fazer a gestão dessas infrações na prática dentro da sua frota.

Além da economia gerada para a empresa, esse controle das multas pode melhorar a percepção e promover ainda mais a cultura da direção consciente com a sua equipe de condutores. Isso faz com que as infrações deixem de ser um problema na sua gestão.

 

Você pode querer ler também: Como lidar com a segurança no trânsito sendo um gestor de frotas?

 

Por isso listamos algumas maneiras que podem te ajudar na hora de realizar o gerenciamento dessas autuações:​

- Invista no treinamento dos condutores

Mesmo que a sua empresa arque com todos os custos de multas de trânsito da sua frota, a verdade é que os responsáveis por elas são os condutores. Sendo assim, se o número das infrações tem aumentado ou se tornando cada vez mais recorrente, o primeiro passo é a realização de treinamentos, a fim de alertá-los ainda mais sobre a importância da boa conduta no trânsito e chamar a atenção para as regras de segurança.

Já fizemos aqui no blog um artigo com algumas dicas de treinamentos que todo motorista precisa ter.

Inclusive, a Localiza Gestão de Frotas oferece diversas capacitações para seus clientes, tanto para os gestores quanto para os próprios condutores.​​​

- Mantenha as documentações em dia

Um dos pontos primordiais para o controle das multas autossuspensivas é manter a regularização dos documentos da frota em dia. As documentações têm prazo de validade e precisam ser atualizadas periodicamente. Por isso é importantíssimo manter todas essas informações em mãos para que seja possível fazer esse acompanhamento.

Além disso, manter as documentações em dia pode contar positivamente nos casos em que é possível recorrer as multas, pois você terá a possibilidade de apresentar toda a documentação de forma rápida e segura.


- Faça manutenções periódicas

1170x430_3 (2).png

Uma forma de fazer a gestão de multas é implementar uma cultura de cuidados na empresa a partir da manutenção preventiva. Isso significa que, além de evitar que os veículos da frota tenham problemas estruturais e de mecânica, essas manutenções também podem impedir que os veículos sofram penalidades por apresentarem más condições.


- Tenha a terceirização de frotas como uma opção

Outra maneira de reduzir as multas e seus respectivos custos é contar com a terceirização de frotas. A terceirização pode ser a melhor opção para uma gestão que não tem uma equipe específica para fazer esse acompanhamento e, por isso, prefere focar em outros aspectos do negócio.

Essa solução garante a qualidade que uma empresa especializada pode entregar e possibilita mais tranquilidade para a gestão do negócio. Dessa forma você consegue transferir as reponsabilidades de lidar com as burocracias da gestão de multas e alguns outros assuntos para essa empresa terceirizada.


Na Localiza Gestão de Frotas, por exemplo, a sua empresa recebe os carros zero quilômetro, e cuidamos de todos os detalhes. Aliás, te auxiliamos na gestão das multas por infrações, que eventualmente podem ocorrer.

Ainda oferecemos para os nossos clientes o acesso ao MyFleet, uma plataforma que desenvolvemos para proporcionar muito mais autonomia e agilidade no dia a dia de trabalho com as frotas.

Todos os dados que o gestor precisa ficam disponíveis online, de forma organizada, para que ele consiga fazer o controle e a análise das informações do jeito mais prático possível para auxiliá-lo ao tomar decisões.


Gostou das dicas?

Coloque tudo em prática e otimize a gestão da sua frota!