​​

Teriam RPM e gestão de frotas alguma interseção? Você, gestor, provavelmente, já ouviu falar de RPM, mas sabe qual a importância dele para a performance da frota?

Este item localizado no painel é um dos indicadores mais importantes para a avaliação da saúde do motor do veículo. O RPM, também conhecido como contagiro, aponta se o motor está trabalhando com a potência correta. Pode-se, assim, aliar uma melhor performance a baixos custos de manutenção e combustível.

No artigo de hoje, vamos explicar melhor a importância do RPM e como ele influencia na performance da frota. Boa leitura! 


O que é RPM

O RPM (rotações por minuto) do veículo indica o número de giros do virabrequim. É o braço direito do motorista, que o auxilia nas trocas de marcha do veículo. A forma como o condutor utiliza o RPM influencia diretamente o consumo de combustível. E, sendo assim, acaba se tornando também o braço direito do gestor de frotas.

 

O RPM localiza-se no painel, geralmente com a numeração de 1 a 8 – dependendo da potência do motor, pode ser maior. Suas cores auxiliam o condutor na verificação da rotação:

  • Luz verde: Tudo ok. Rotação e aceleração corretas.
  • Luz amarela: Atenção! Algo não está funcionando da forma ideal e pode ocasionar o desgaste do motor.
  • Luz vermelha: Cuidado! O condutor pode estar causando um esforço excessivo ao veículo ou pode haver alguma falha no motor.


Relevância 

Como falamos acima, um dos motivos para se estar atento ao RPM é porque ele é responsável por controlar o limite da potência da marcha. Quando o controlamos, é possível regular o consumo de combustível e também uma possível sobrecarga do motor. Ou seja, através desse acompanhamento, melhoramos a performance financeira da frota e ainda geramos um melhor desempenho dos veículos.


Como fazer o monitoramento

Hoje existem diversos softwares e tecnologias de gestão de frotas que fazem esse acompanhamento. Esses sistemas de telemetria veicular fazem a medição exata de todos os veículos da sua frota.

 

O sistema de telemetria veicular ajuda a identificar quais condutores estão andando no vermelho. Nossa sugestão para esses casos é que seja implementada uma rotina de treinamentos para desenvolvimento de seus motoristas. Afinal, é importante que eles entendam que, quando a empresa economiza, todos saem ganhando. É importante mencionar que a questão econômica é forte, mas não a única. Essa cultura, além de econômica, salva vidas, reduzindo acidentes.


Importância do RPM para uma direção econômica

Como vimos, pequenas mudanças podem fazer toda a diferença no fechamento do mês. Um simples acompanhamento do RPM dos veículos da frota pode trazer muita economia, mas essa não é a única medida de redução de custos.

 

A direção econômica é um conjunto de ações que o motorista deve adotar para ter um baixo consumo de combustível.

 

Se você está buscando formas de reduzir os custos da sua frota, te convidamos a ler nosso artigo sobre direção econômica.​​