​​Tipos de frotas: quais são? Se a sua empresa precisa de veículos ou quer mudar a forma como utiliza carros para a operação, provavelmente uma das primeiras perguntas que surgem é essa. E nós vamos ajudar a respondê-la.

Os principais tipos de frotas para empresas são a própria e a terceirizada. Mas, ainda existe a modalidade alugada. Quer entender cada uma, suas vantagens e desvantagens?

Confira!​

Frota própria

A frota própria é composta por carros que a empresa compra – ou seja, são ativos. Geralmente comprados com o CNPJ, os carros são de propriedade da companhia e todos os direitos e responsabilidades relacionadas ao veículo também pertencem à empresa.


Principal vantagem da frota própria: Centralização

A centralização é um dos principais benefícios da fro​​ta própria para as empresas. Alguns empreendedores preferem centralizar todos os processos – inclusive os que dizem respeito à compra e revenda dos automóveis que operam para a companhia. Para esse perfil administrativo, a centralização aparece como uma vantagem da frota própria.

 ​Desvantagens da frota própria​​​


Confira agora o que pesa na decisão de frotas próprias para empresas.

Perda de dinheiro

Isso acontece por causa da desvalorização dos automóveis, que é muito rápida e sem chance de recuperação. Além da depreciação natural do carro, na grande maioria das vezes as empresas não conseguem revender os veículos pelo valor indicado na Fipe – ou seja, é depreciação sobre depreciação.

E a revenda, mesmo abaixo da tabela, frequentemente acaba gerando novos custos. Se o valor recebido for superior aos índices de depreciação contábil indicados pela Receita Federal, o excedente é considerado lucro e gera imposto de renda.

Excesso de burocracia e operacional

Outro ponto negativo da frota própria é toda a parte operacional e burocrática que a compra dos veículos gera. A empresa precisa estudar os carros ideais para a frota, pesquisar preços no mercado, negociar com montadoras, fazer a compra, providenciar documentação, fazer seguro, apanhar os carros, agendar revisões, fazer manutenções, tentar revender os veículos e iniciar todo o processo novamente para renovar a frota.

Falta de apoio​

Com a escolha de frota própria, a empresa também corre o risco de errar na compra dos veículos por conta da falta de consultoria especializada. Além disso, tende a ficar sem carro quando ocorre uma eventualidade – como acidente que exige dias de manutenção.

Custos imprevisíveis

Outro ponto de atenção para a frota própria é justamente a imprevisibilidade de custos. Acidentes de trânsito ou problemas inerentes ao carro depois do período da garantia são alguns exemplos de gastos que fogem da previsão orçamentária – e que são de responsabilidade da empresa, quando o carro é um ativo.

Frota terceirizada

Na frota terceirizada, os carros pertencem à empresa durante o período de vigência de contrato junto ao fornecedor dos veículos.  Apesar disso, os automóveis não são ativos da empresa, o que significa que burocracias com documentação e impostos relacionados aos veículos também não são preocupações da companhia. Toda essa parte fica a cargo do fornecedor da frota.


Vantagens da frota terceirizada

Frotas terceirizadas por fornecedores experientes, como a Localiza Gestão de Frotas, por exemplo, podem trazer benefícios interessantes às empresas. Confira!

Economia

A empresa não arca com perdas por conta de desvalorização do veículo, revenda ou impostos sobre bens.

Carro sempre novo

Além disso, as empresas que escolhem frota terceirizada estão sempre operando com veículos novos – a cada renovação de contrato, a companhia cliente recebe os carros zero e prontos para utilização.

Menos burocracia

Falando em receber carros prontos para usar, as empresas que optam pela frota terceirizada não precisam se preocupar com trâmites de negociação com montadoras, compra, licenciamento, documentação, seguro, manutenção, depreciação e revenda. Todas essas tarefas são do fornecedor.

Mais oportunidade de investimento

Sem a descapitalização do caixa ou comprometimento da linha de crédito, a empresa que terceiriza frota pode usar seus recursos para investir nos setores que trazem receita.

Suporte 24 horas e carro substituto

Além de contar com a expertise da consultoria para montar uma frota adequada à operação, o cliente tem atendimento 24 horas e pode solicitar carro substituto quando um dos veículos está parado por conta de qualquer eventualidade.

Vale lembrar que na Localiza Gestão de Frotas o cliente também pode contar com carros provisórios enquanto aguarda os veículos novos, caso estejam passando por algum processo de customização. ​​

Desvantagem da frota terceirizada

Alguns empreendedores acreditam que a principal vantagem da frota terceirizada é o fato do ativo não ser da empresa. No entanto, ao avaliar o Custo Total de Propriedade, é possível identificar que determinados tipos de ativo são um dreno para a companhia – geralmente, carros entram nessa definição.

Para a maioria das empresas, possuir o veículo como ativo não vale a pena porque não gera receita, não traz lucros (nem para a companhia e nem para os sócios), acumula despesas extas e não acrescenta cifras significativas ao valuation do negócio.

Frota alugada

Já a frota alugada é uma espécie de rent a car para empresas. Em outras palavras, a companhia aluga carros para utilizar por um período curto – dias ou semanas. Por isso, não costuma ser uma modalidade de operação incorporada a estratégias de longo prazo. ​

Diferença entre frota alugada e frota terceirizada

A principal diferença está no período e serviços. Enquanto a frota terceirizada cobre um prazo maior e entrega uma série de serviços adicionais, a frota alugada tem uma característica mais emergencial e de curto prazo. Além disso, não costuma incorporar os serviços completos que uma frota terceirizada oferece.​