Você já sabe como funciona o modelo de trabalho híbrido?

Em 2020, com o início da pandemia, empresas de diversos segmentos e seus colaboradores tiveram que se adaptar às novas condições impostas pelo cenário para seguir com suas atividades.

Agora, com a volta gradual da maioria dos serviços, um novo formato de trabalho vem despontando e sendo adotado por diversas instituições: o modelo híbrido.  

Ou seja, estamos falando de um formato em que as atividades podem ser realizadas pelos colaboradores parte à distância, parte presencialmente.

Ficou interessado(a) em saber mais sobre o modelo híbrido?

Continue por aqui e fique por dentro!


O que é o modelo de trabalho híbrido?

O formato híbrido de trabalho é caracterizado principalmente pelo fato de conseguir reunir duas das principais modalidades de trabalho: o remoto e o presencial.

Em outras palavras, é uma forma de trabalhar em que os colaboradores têm a permissão e o apoio da empresa para alternar as suas atividades entre o home office, modelo em que o funcionário exerce sua função em sua própria casa, e o escritório disponibilizado pela empresa, considerando, é claro, que não exista uma real necessidade de os funcionários estarem no ambiente de trabalho todos os dias para exercer suas atribuições.

Ou seja, o trabalhador possui a flexibilidade de trabalhar de sua casa ou de onde preferir, mas também pode fazer suas atividades presencialmente caso queira ou se a empresa sinalizar essa necessidade.

 

Como funciona esse formato no dia a dia?

futuro do trabalho

De forma geral, as empresas que têm aderido e testado esse novo modelo provavelmente já utilizaram o home office como uma opção e constataram que as atividades realizadas no dia a dia tiveram êxito, mesmo sendo feitas de forma remota.

Na prática, o híbrido surge, então, como uma forma de unir os dois universos.

O grande diferencial desse regime de trabalho é o fato de o trabalhador não precisar estar presente no escritório ou na sede da sua empresa todos os dias, situação que era a mais comum alguns anos atrás.

Assim, o trabalho híbrido pode ser adotado de duas principais formas pelas organizações:

  1. A empresa é que determina os dias e a carga horária em que os colaboradores devem trabalhar em casa e/ou na sede da instituição, a partir do que considera ideal.
  2. O colaborador tem a possibilidade de decidir em quais dias da semana, ou do mês, ele gostaria de comparecer ao escritório da empresa e os dias em que prefere trabalhar de casa.

É importante destacar que esses fatores podem variar de empresa para empresa, a partir de situações ou necessidades que cada cargo ou função exija do colaborador.

Afinal, podem existir algumas circunstâncias que vão guiar essa decisão. Por exemplo, o funcionário pode precisar estar presente na empresa por mais dias na semana em decorrência de reuniões, planejamentos, atendimentos a clientes etc.

Seria o modelo híbrido o futuro do trabalho?

O fato é que a flexibilidade da carga horária experimentada no formato remoto se tornou muito relevante para a maioria das pessoas.

Depois da experiência de ser possível trabalhar em casa ou até mesmo em qualquer outro lugar, o modelo híbrido parece ter agradado empresas e funcionários. Muitos gestores passaram a observar que esse modelo de trabalho pode trazer inúmeras vantagens para organizações e para as pessoas que fazem parte dela.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Brazil Journal, 76% dos brasileiros preferem o modelo híbrido, por considerarem a melhor opção para o seu estilo de vida atual.

Esse resultado pode apontar o formato como uma forte tendência para o futuro e também uma solução para o equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal, que a maioria dos trabalhadores almejam.

Porém existem alguns pontos importantes aos quais as empresas e os colaboradores devem estar atentos ao considerar essa modalidade como uma realidade.


Vantagens x desvantagens

formato de trabalho híbrido

Assim como em qualquer modelo de trabalho, o híbrido exige alguns planejamentos e cuidados por parte da empresa e dos funcionários para que tudo funcione bem, de forma que de fato valha a pena e que os resultados sejam satisfatórios para ambas as partes envolvidas.

Entre as principais vantagens, é possível destacar:

  • Economia de tempo com o deslocamento;
  • Flexibilidade de horários;
  • Redução de custos para a empresa;
  • Otimização dos processos organizacionais;
  • Maior comodidade.
Embora as vantagens dessa modalidade tenham grande destaque, o trabalho híbrido enfrenta alguns desafios em sua implementação. Podemos citar:
  • Requisição de maior controle dos processos;
  • Investimento em equipamentos e estrutura;
  • Dificuldades na gestão do tempo;
  • Necessidade maior de uma comunicação efetiva;
  • Maior esforço para a disseminação da cultura da empresa.

Como implementar esse modelo em sua empresa?

Caso você considere que esse formato pode funcionar no seu negócio, uma boa maneira de começar a implementar o trabalho híbrido em sua empresa é montar um planejamento consistente de como as tarefas serão realizadas pelos colaboradores.

Para que essa mudança aconteça, é indispensável que exista o investimento em plataformas e ferramentas digitais que possam otimizar o trabalho e auxiliar a comunicação da equipe.  A tecnologia, sem dúvidas, é uma grande aliada nesse momento.

Além disso, é muito importante que existam, de verdade, momentos de interação entre o time, como uma forma de não atrapalhar a cultura e o clima organizacional.

Uma alterativa para isso é promover encontros presenciais periódicos como forma de incentivar que o colaborador esteja com os outros colegas de maneira recorrente. Isso faz com todos continuem se sentindo parte importante da empresa. 


Agora que você conheceu um pouco mais sobre essa tendência, qual é a sua opinião sobre o formato de trabalho híbrido?

Se você gostou de acompanhar este conteúdo por aqui, não deixe de nos seguir também no Linkedin para mais novidades.